Por Santo Antônio de Pádua 

Ó luz do mundo, Deus imenso Pai Eterno, doador da sabedoria e ciência, piedoso e generoso dispensador de graças espirituais, conhecedor de todas as coisas antes mesmo de existirem, criador das luzes e das trevas, estende a tua mão e toca a minha boca.

Faze com que ela seja uma espada afiada para anunciar eloquentemente a tua palavra. Ó Deus, faze minha língua como flecha para pronunciar com eficácia as tuas maravilhas.

Envia ao Senhor Espírito Santo ao meu coração para que eu consiga meditar bem. Inspira-me, plena, santa, misericordiosa e benignamente. Guarda e fortifica, desde o princípio, os meus pensamentos e meus sentimentos, para vivê-los bem. A fim de que tua disciplina me ensine e me corrija, e teu conselho sapientíssimo me ajude, com tua infinita misericórdia. Amém!